Fertilidade, gravidez congelada

A reprodução humana está muitas vezes em mente, mas por vezes por motivos profissionais, pessoais ou outros a maternidade é adiada. Esta circunstancia por vezes leva a que aos 20 anos seja demasiado cedo e aos 37 demasiado tarde para engravidar, mas a técnica de congelação de óvulos pode ajudar, funcionando como que um backup biológico.

GRAVIDEZ CONGELADA

Em 1986 foi feito o primeiro congelamento de óvulos com resultados, o sucesso fez com que desperta-se a atenção de várias clinicas no mundo, mas só em 2012 foi considerada uma técnica não experimental.

MULHERES QUE MAIS UTILIZAM A TÉCNICA

O objetivo principal do desenvolvimento da gravidez congelada, era congelar os óvulos da mulher com cancro que pretendia ser mãe antes de se submeter aos tratamentos de quimioterapia, evitando desta forma que afeta-se a qualidade dos óvulos. Esta técnica tambem é utilizada em problemas de saúde não oncológicos, como situações de endometriose ou tumores nos ovários onde é necessário realizar uma cirurgia. Atualmente esta técnica de congelação de óvulos está na moda, a geração feminina viu aqui uma oportunidade de maternidade para mais tarde. Para se ter uma ideia da adesão a esta técnica de fertilidade, as famosas de Hollywood por motivos de carreira procurarem adiar a maternidade para mais tarde estão a aderir em elevada percentagem, até grandes empresas como a Apple, Facebook ofereceram-se para financiar esta técnica ás suas colaboradoras mais talentosas.

PROBABILIDADE DE SUCESSO

Esta técnica sem duvida oferece muita esperança a toda a mulher, que tenha limitação na sua maternidade por motivo temporal ou clínico. Mas nem sempre os óvulos congelados garantem produzir um bebé no futuro, a taxa de sucesso situa-se entre os 2 a 12%. O envelhecimento da mulher, para além de baixar a qualidade do óvulo tambem diminui o sucesso da gravidez através do óvulo congelado. Assim esta técnica de congelação é uma probabilidade, uma vez que nem todos os óvulos congelados resultam num bebé.

RISCOS

O risco na gravidez aumenta com o avançar da idade, a utilização deste processo não deve ser aplicado para além dos 42 anos. Tambem o próprio tratamento pode causar algumas complicações.

PREÇOS

. Congelamento dos óvulos cerca de 3000€;

. Ao fim de 3 anos a manutenção dos óvulos congelados custa cerca de 500€;

. Custo da medicação para estimulação cerca de 600€;

Para mais informações pode contactar a APF (Associação Portuguesa de Fertilização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *