Lazer

pescar carapaus| tecnica| pesqueiro| dicas

O Verão está a aproximar-se, as temperaturas quentes cada vez são mais elevadas e em Portugal com esta costa enorme o peixe tende a encostar mais um pouco á procura de alimento, saiba como pescar carapaus e os melhores locais. O carapau e a cavala abundam a partir do mês de Abril e mantêm-se por aqui até lá para Outubro é uma pesca muito procurada e ativa, tal como outras de peixe maior.

MATERIAL PARA PESCAR

»Uma cana comprida e leve, a vara deve ter 5 metros, a leveza da mesma é importante para não cansar muito os braços.

» O carreto também deve ser pequeno mas robusto. Pois por vezes as amigas cavalas fazem muita força e vai tornar-se certamente uma luta muito agradável.

» O fio da bobine do carreto não deverá ter mais que 0,30mm de diâmetro.

» A bóia (com peso entre 8 a 12 gr) deve ser montada de forma a correr no fio, para que se possa sondar o cardume, uma vez que os carapaus mudam com facilidade de profundidade.

»Chumbos furados para calibrar a bóia.

»Um starlight, para sinalizar a bóia e nós podermos ver o peixe a picar, uma vez que normalmente esta pesca é feita á noite.

» Quanto ao anzol, aconselho os fininhos e tamanho nº4 no máximo, de preferência afiada a laser.

» O fio dos estralhos dos anzóis, devem ser em fluorcarbono e com diâmetro entre os 0,20mm a 0,28mm.

TÉCNICA

A técnica faz a prática, portanto chegue ao pesqueiro ainda de dia para montar as coisas e encontrar um local seguro, para se manter ai umas horas a pescar á noite sempre em segurança. O ideal é levar um amigo que tenha mais experiência para lhe ajudar nos primeiros lançamentos. Vá efectuando uns lançamentos mais longos e intercalando com outros curtos para perceber onde anda o peixe, deve analisar também se a maré está a subir ou a vazar, para efectuar um lançamento mais eficaz.

ISCO

Para a pesca ao carapau o isco de eleição é o camarão com casca, pode comprar no supermercado o mais baratinho que houver. Para uma jornada de pesca, chega bem 4 a 5 camarões, pois as iscadas no anzol são pequenas.

PESQUEIRO (Sesimbra)

Há muitos pesqueiros de norte a sul do País, vou falar de um em concreto que se situa em Sesimbra. É um pesqueiro feito com as famosas peças de cimento que se denominam “Pés de Galo”, fica situado junto ao porto de abrigo (só se pode pescar legalmente virado para o mar). É muito importante chegar ao local de dia, os pés de galo exigem muita atenção, quando se circula sobre eles, se os pescadores forem pouco coerentes, põem em risco a vossa integridade física. Levar sempre um calçado que não seja escorregadio.

Coordenadas para GPS do pesqueiro: 38º26´05.76”N    9º06´47.52”O

Os pescadores a tentar a sorte nos pés de galo-Sesimbra

DICAS

»Sempre que ferrar um peixe, assim que recuperar fio e estiver a chegar junto a si, coloque o peixe dentro do balde só depois então tire o anzol da boca do carapau, porque se assim não o fizer e deixar o peixe a “dançar” pendurado no estralho, provavelmente vai se soltar e cair no meio das pedras.

»Leve repelente para os mosquitos.

»Cuidado com os gatos, se não estiver com atenção tem sempre o balde vazio.

»Pode comprar numa primeira fase se não quiser gastar muito dinheiro, a cana e o carrete na loja dos chineses, vai funcionar bem. Os fios é que deve comprar numa loja de pesca desportiva.

 

One Comment

  • Miguel Horta

    Muito bom, gostei das dicas pois segunda feira á tardinha vou para lá tentar a sorte aí até ás 24hrs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.