Lipoaspiração – fora com as gorduras

Quando uma paciente pretende submeter-se a uma lipoaspiração, deve conhecer os resultados, as contra-indicações e como é realizada a cirurgia. Certamente terá algumas dúvidas, as quais devem ser devidamente esclarecidas e respondidas pelo cirurgião plástico, não as guarde para depois. A lipoaspiração é uma cirurgia, e isso deve ficar bem claro. Porque muitos especialistas, tentam retirar importância a esta intervenção, deixando passar a ideia, que é uma intervenção muito simples e rápida, sem anestesia, sem dor, etc. O facto de não provocar cicatrizes pronunciadas e de não necessitar de grande aparato, não significa que seja uma intervenção sem riscos.

Antes e depois da Lipoaspiração, suas curvas ficam perfeitas.

GORDURA ACUMULADA
A gordura não serve apenas como reserva de energia, ela também tem um papel termorregulador do organismo. Quando se atinge a puberdade, o número de células adiposas já não aumenta mais em termos quantitativos, podendo crescer só a nível de tamanho.
O homem ou a mulher têm tendência para acumular gordura em determinadas zonas do corpo, mas em partes diferentes. A mulher acumula gordura na zona das ancas e abdómen inferior, portanto abaixo do umbigo até aos 25 anos, a partir dessa idade começa também a acumular gordura na zona do abdómen superior, nas costas e na região posterior dos quadris.
O homem por seu lado ganha o famoso “pneu”, que compreende o abdómen e os flancos anteriores e posteriores das costas. Ambos os sexos tem ainda tendência comum a acumulação da papada.

EM QUE CONSISTE A LIPOASPIRAÇÃO?
A lipoaspiração consiste em extrair a gordura através de umas cânulas, que se introduzem numa incisão muito pequena com cerca de 4 mm e que descolam e aspiram as células adiposas. Embora a cirurgia pareça simples, o cirurgião tem que ter cuidado, para não extrair mais gordura numa zona do que noutra e para não lesar, com a cânula, outras estruturas anatómicas, como a musculatura.
Trata-se de uma cirurgia que se realiza com anestesia local e com sedação. A anestesia local evita a dor e a sedação permite ao doente estar completamente relaxado, durante as horas de cirurgia.
Este tipo de cirurgia não tem riscos para o paciente e por isso há que abandonar o medo da anestesia. Após a cirurgia umas horas depois pode voltar para casa.

Antes e depois da cirurgia para tirar a papada.

E DEPOIS DE REALIZAR A LIPOASPIRAÇÃO?
Depois de terminada a cirurgia é colocada uma faixa apertada, na zona onde foi efectuado o tratamento. A faixa apertada tem um “trabalho” importante, uma vez que vai permitir que as zonas lipoaspiradas se adaptem perfeitamente ás estruturas anatómicas inferiores e também ajuda a que a pele se retraia convenientemente e não fique flácida. A faixa não se pode tirar durante 7 a 8 dias, após esse período toma-se um duche e retira-se os 2 pontos de cada pequena incisão, colocando-se em seguida novamente a faixa. Por volta do 12º dia, já se começa a retirar a faixa por umas horas, para tomar banho e para aplicar uma massagem de drenagem linfática (duas vezes por semana), que ajuda a desinchar e a recanalizar todo o sistema linfático. Ao fim de duas semanas pode retirar a faixa durante meio-dia, pouco tempo mais tarde pode retirá-la definitivamente e praticamente já não há vestígios da cirurgia.

QUAL O RESULTADO DA LIPOASPIRAÇÃO?
Após extraídas as células gordas, estas já não voltam a reproduzir-se. Mas atenção se continuarmos a ingerir gorduras, o organismo vai armazená-las nas células já existentes, as quais aumentam de tamanho.
Portanto se engordarmos após a lipoaspiração, acumularemos gorduras de novo, provavelmente em zonas distintas ás lipoaspiradas.

ONDE DEVO FAZER A LIPOASPIRAÇÃO?
É importante realçar que a lipoaspiração é uma intervenção simples, mas que se trata de uma cirurgia como tal, é preciso ser realizada por um bom especialista, numa clínica que cumpra os requisitos necessários, com o auxílio de um bom anestesiologista. Procure informar-se bem, consultar algumas clínicas e escolher a mais indicada.

CONTRA-INDICAÇÕES

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico, que tem algumas contra-indicações para determinadas pessoas, tais como:

»Pessoas com peso exagerado e que requerem uma super vigilância clínica;

»Pacientes em que a pele tem muito flacidez;

»Pessoas com hipertensão;

»Pacientes que sofram de arritmias;

»Pessoas que sofram de alergias agudas.

 

1 comentário a “Lipoaspiração – fora com as gorduras”

  1. Boa tarde
    Gostaria de saber qual o tratamento mais indicado para mim e o seu preço.
    O meu corpo sempre foi tipo pêra, tenho gordura indesejada em todo o meu corpo (barriga, pernas, rabo, costas, braços, papo)
    Fico a aguardar resposta
    Cumprimentos
    Ana Isabel Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *